Offline
https://public-rf-upload.minhawebradio.net/2724/slider/4490a8987055711500c6c91970a394c2.jpg
https://public-rf-upload.minhawebradio.net/2724/slider/21da13e19d58999de520b287d7a0848d.jpg
https://public-rf-upload.minhawebradio.net/2724/slider/21e53e4d12c745dcc05f50fad4872351.png
https://public-rf-upload.minhawebradio.net/2724/slider/28c89c2f38a9c7bb62366aaa6dc0a6a9.jpg
Concurso do TSE tem salários de até R$ 13,9 mil e 9 vagas para o RN
30/05/2024 06:40 em Novidades

Diário Oficial da União (DOU) publicou nesta quarta-feira 29, o edital do concurso unificado da Justiça Eleitoral. O edital prevê 389 vagas, sendo 116 para cargos de analista judiciário e 273 para cargos de técnico judiciário, além da formação de cadastro reserva. No Rio Grande do Norte, são oferecidas 9 vagas, além de cadastro de reserva. Das vagas oferecidas no RN, 3 são para analista judiciário e outras 6 para técnico judiciário da área administrativa. A previsão é que as provas sejam aplicadas em todo o país no dia 22 de setembro de 2024. O período de inscrições vai de 4 de junho a 18 de julho.

A remuneração inicial pode variar entre R$ 8.529,65 a R$ 13.994,78, dependendo do cargo.

Segundo o edital, os cargos, para várias especialidades, serão distribuídos entre os tribunais participantes: Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e 26 tribunais regionais eleitorais (TREs). As normas gerais para o certame foram estabelecidas pela Resolução TSE nº 23.724, de 10 de outubro de 2023, que prevê a reserva de 20% de vagas para pessoas negras, 10% para pessoas com deficiência e 3% para pessoas indígenas. Interessados em participar do processo seletivo precisam pagar uma taxa de inscrição de R$ 85, para o cargo de técnico judiciário, e R$ 130, para analista judiciário. Na sessão realizada no dia 7 de maio deste ano, o Plenário da Corte Eleitoral alterou a Resolução TSE nº 20.761/2000, que dispõe sobre a descrição e especificação de cargos de provimento efetivo das carreiras judiciárias. A medida, relatada pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, atualizou os cargos no âmbito da Justiça Eleitoral especificados no normativo para adequação ao contexto atual e à evolução percebida nos processos de trabalho ao longo dos últimos anos.

 

 
COMENTÁRIOS